IMG_8205.JPG

Ciência

O Androscience é laboratório de referência no diagnóstico da infertilidade masculina e de outros fatores associados à saúde reprodutiva masculina. Possuímos também expertise no desenvolvimento de pesquisas científicas que buscam aprimorar técnicas laboratoriais já existentes, bem como lançar inovações no campo da Andrologia.

As pesquisas realizadas por nossa equipe são destaques na comunidade científica nacional e internacional. Confira nossa contribuição para a ciência:

 
 

PREMIAÇÕES E DESTAQUES

Pesquisas conduzidas no Laboratório Androscience ganham destaque na comunidade científica mundial:

Prêmio DASA de Inovação Médica com VEJA SAÚDE 2021, na categoria Prevenção e Promoção à Saúde, pelo trabalho:

  • “Efeitos Reprodutivos e Sexuais da Infecção pelo SARS-CoV-2 em pacientes do sexo masculino com COVID-19: novas descobertas e consequências futuras”.

Melhor pôster apresentado no Congresso da Sociedade Americana de Urologia. 

  • Título do trabalho: “Consumo de maconha tem efeito deletério direto no espermatozoide pelo aumento intracelular de espécies reativas de oxigênio 20 vezes mais do que consumo de cigarros de tabaco: Razões para preocupações do uso generalizado” (American Urological Association - AUA, 2019).

 

Prêmios National Institutes of Health (NIH-USA) Award - 45° Congresso Americano de Andrologia realizado pela Sociedade Americana de Andrologia, evento online, 2021, pelos trabalhos:

  • “Determinação da concentração de melatonina para melhora das taxas de sobrevivência e qualidade espermática pós-criopreservação”;

  • “Desvendando a astenozoospermia nos casos de Infertilidade Masculina: um olhar nos Bastidores e uma abordagem de diagnóstico”;

  • “Melhoria significativa da motilidade do espermatozoide após incubação controlada em meio específico para amostras astenozoospérmicas”.

 

Prêmios National Institutes of Health (NIH-USA) Award - 44° Congresso Americano de Andrologia realizado pela Sociedade Americana de Andrologia, em Chicago, 2019, pelos trabalhos:

  • “Avaliação do processamento seminal pelo método gradiente descontínuo de densidade na redução de carga bacteriana e na seleção de espermatozoides altamente funcionais”;

  • “Qual o melhor meio de cultura para melhor a motilidade de amostras astenozoospérmicas em condições anaeróbicas”;

  • “Efeito da cafeína na motilidade do espermatozoide em diferentes cenários da andrologia”.

Prêmios National Institutes of Health (NIH-USA) Award - 43° Congresso Americano de Andrologia realizado pela Sociedade Americana de Andrologia, em Portland, 2018, pelo trabalho:

  • - “Qualidade da motilidade espermática em amostras astenozoospérmicas durante incubação sob condições anaeróbicas”.

Lalor Foundation Award e Podium Abstracts - 43° Congresso Americano de Andrologia realizado pela Sociedade Americana de Andrologia, em Portland, 2018, pelo trabalho:

  • - “Novos conhecimentos sobre a concentração de vitamina D e sua associação com a qualidade do sêmen em indivíduos do sexo masculino”.

 

APRESENTAÇÕES DE TRABALHOS

Veja a lista dos trabalhos científicos apresentados em congressos nacionais e internacionais:

  • “Consumo de maconha tem efeito deletério direto no espermatozoide pelo aumento intracelular de espécies reativas de oxigênio 20 vezes mais do que consumo de cigarros de tabaco: Razões para preocupações do uso generalizado” (American Urological Association - AUA, 2019);

  • “Motilidade espermática em amostras astenozoospérmicas durante exposição in vitro sob condições anaeróbicas” (44th American Society of Andrology Annual Conference, 2019);

  • “Melhorando as taxas de criosobrevivência de espermatozoides pós-descongelamento no laboratório de andrologia: escolhendo o melhor processamento de acordo com as características iniciais do sêmen” (44th American Society of Andrology Annual Conference, 2019);

  • “Determinação dos hábitos e estilos de vida que interferem na motilidade espermática de homens com infertilidade” (43th American Society of Andrology Annual Conference, 2018);

  • “Efeito do consumo de diferentes bebidas alcoólicas (fermentados, destilados ou vinhos) nos parâmetros seminais, hormonais e funções espermáticas” (43th American Society of Andrology Annual Conference, 2018);

  • “Concentração de vitamina D no sangue e sua associação com a qualidade do sêmen” (43th American Society of Andrology Annual Conference, 2018);

  • “Estresse oxidativo: métodos laboratoriais de avaliação e conduta terapêutica” (XV Congresso Paulista de Urologia, 2018);

  • “Avaliação do papel do processamento seminal pelo método de swim-up na seleção de espermatozoides com alto potencial de fertilização e redução da carga bacteriana” (Congresso Brasileiro de Reprodução Humana, 2018).

 

LINHAS DE PESQUISA

Os estudos conduzidos no Androscience são originados das linhas de pesquisa a seguir:

  • Criopreservação de gametas e avaliação funcional de espermatozoides

  • Hipogonadismo: investigação clínico-laboratorial, diagnóstico, fatores de risco e opções terapêuticas

  • Pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica em Andrologia

  • Toxicologia correlacionada a fenômenos reprodutivos

  • Desenvolvimento, interação e condições para a viabilidade de gametas

 

PROJETOS DE PESQUISA

Os seguintes projetos de pesquisa são conduzidos por pesquisadores e alunos de iniciação científica e pós-graduação (mestrado e doutorado):

  • Leishmania em sêmen de pacientes com leishmaniose visceral: um novo modo de transmissão?

  • Estudo sobre o potencial de transmissão e evolução clínica e imunológica da COVID-19 no sêmen e seus efeitos na função espermática, resposta inflamatória seminal e no trato reprodutivo masculino;

  • Estudo translacional sobre o efeito da maconha e produtos do tabaco no sistema reprodutivo masculino e feminino;

  • Efeito da suplementação de cafeína nos parâmetros funcionais de amostras seminais astenozoospérmicas submetidas à maturação in vitro;

  • Papel do processamento seminal na redução da carga bacteriana e na seleção de espermatozoides altamente funcionais;

  • Os efeitos do uso continuado da maconha e do cigarro na função testicular e suas relações com hipogonadismo e infertilidade masculina;

  • Hábitos e estilos de vida como fatores de risco para a função testicular na infertilidade masculina;

  • Efeitos da exposição à fumaça da Cannabis sativa e do tratamento com antioxidantes sobre os parâmetros reprodutivos e na qualidade espermática de camundongos;

  • Impacto da redução significativa de peso na fertilidade masculina;

  • Determinação de meios de cultura favoráveis para a incubação espermática;

  • Níveis séricos de vitamina D e sua relação com hormônios esteroidais, parâmetros nutricionais e seminais em homens avaliados por infertilidade;

  • Efeito dos diferentes índices de massa corporal (IMC) e percentual de gordura corporal (PGC) na qualidade seminal e na integridade do DNA.